Doar

Um clamor profundo dos jovens pela Paz no planeta houve em Buenos Aires

Início » Notícias » Um clamor profundo dos jovens pela Paz no planeta houve em Buenos Aires

Um clamor profundo dos jovens pela Paz no planeta. Esta talvez seja a melhor definição para o Festival da Juventude pela Paz que aconteceu no domingo, dia 29 de julho, no Parque Cidade de Buenos Aires, Argentina, das 9h até as 21h.

Na sua sétima edição, o evento foi o primeiro realizado fora do Brasil, marcando uma etapa de conexão internacional entre os jovens que integram este movimento. O Festival faz parte da Campanha da Juventude pela Paz, que em sua essência pretende ativar na consciência dos jovens o sentido do reencontro espiritual com a própria essência interior por meio da música, da arte, da oração, do serviço humanitário e do amor aos Reinos da Natureza.

Uma das marcas do Festival de Buenos Aires foi a elevada qualidade musical. Esta afirmação diz respeito não somente no aspecto da técnica apurada, mas também na mensagem de amor e paz presentes na apresentação de cada grupo.

Marcaram presença na atividade músicos da Argentina, Brasil, Chile e Uruguai. No quesito da diversidade de estilos, igualmente o Festival não deixou a desejar: apresentações como Indra Mantras e Dhaas Melodias Devocionais trouxeram impulsos devocionais da espiritualidade oriental. O grupo instrumental Aqualactica trouxe a beleza de um estilo bem autoral que transitava entre o clássico e o progressivo. E no final, a cantora chilena Romina González conduziu todo o público presente a um estado de profunda conexão crística.

Ser hospitaleiro

Outro momento importante do evento foi a mesa redonda, que fez uma reflexão sobre o atributo do evento: “Ser hospitaleiro com todos”. O ponto de partida deste debate foi a partilha da experiência missionária de jovens em locais de aguda necessidade planetária.
De acordo com Frei Thomas, monge da Ordem Graça Misericórdia e um dos responsáveis pelo acompanhamento do Festival, o princípio de hospitalidade é aspecto principal da Campanha da Juventude pela Paz: “O ensinamento dos grandes seres que passaram pela Terra é muito claro. Cristo nos ensinou que somos todos irmãos, unidos pela mesma filiação divina. Não importa a cultura, religião, nação. O que vale é o reencontro com o outro no espírito de fraternidade e amor, ver a diversidade como algo que embeleza o estar junto; e que a busca coletiva pelo bem, pela paz e pela a elevação da consciência nos devolve a capacidade humana de transformar o mundo”.

Galeria de arte

Outro ponto de irradiação da cultura de paz do Festival foi a galeria de arte, que apresentou diferentes obras como mandalas, pinturas em diferentes técnicas e mesmo uma exposição fotográfica sobre olhares de paz. Seguindo a tradição das edições anteriores, o Festival de Buenos Aires teve seu desfecho com a Comunhão Ecumênica oferecida a todos os presentes pelos monges da Ordem Graça Misericórdia.

O Festival da Juventude pela Paz tem duas transmissões pela Misericórdia Maria TV: às 11h e às 17h (horário do país onde acontece). O evento é organizado pelos próprios jovens, e conta com o apoio da Fraternidade – Federação Humanitária Internacional e da Associação Maria.

A oitava edição do Festival acontecerá em São Paulo (SP), Brasil, em outubro próximo.

Mais informações: www.juventudepelapaz.org

2018-08-03T19:05:49+00:0003 agosto 2018|Categories: Destaque, Juventude pela Paz, Notícias|