Doe Aqui

Missão Roraima Humanitária – Assembleia na Casa de Passagem

Início » Notícias » Missão Roraima Humanitária – Assembleia na Casa de Passagem

De 13/03 (terça-feira) a 16/03 (sexta-feira)

Os missionários da Fraternidade – Federação Humanitária Internacional (FFHI) chegaram à Casa de Passagem (nome do abrigo em Pacaraima) e tiveram informações de várias situações de conflito ocorridas na noite do dia 14/03 (quarta-feira).

Portanto, antes da distribuição de alimentos, houve uma grande assembleia, que durou mais ou menos três horas. Tratou-se de vários temas: das brigas constantes, do uso exagerado de bebidas alcoólicas, das enfermidades, das normas internas do abrigo e, principalmente, da necessidade de que os imigrantes conhecessem as leis brasileiras.

Exemplos de incidentes

Ocorrem incidentes de vários tipos. Por exemplo: em 13/03 (terça-feira), alguns abrigados que estavam alcoolizados foram convidados a se retirar da Casa de Passagem, em cumprimento às normas internas do abrigo. Essas pessoas têm acompanhamento psicológico, mas a maioria recorre à bebida, principalmente quando chega alguma notícia da morte de familiares na Venezuela. Alguns conseguem retornar à Venezuela para estar com suas famílias, mas a maior parte não tem condição financeira para a viagem.

Higiene na Casa de Passagem

Uma limpeza geral na parte interna da Casa de Passagem foi realizada por causa do surto de sarampo e de catapora. O trabalho foi bem intenso, porque muitas pessoas estavam na parte interna do abrigo e todos os objetos foram retirados para que se pudesse lavar o ambiente de uma forma bem profunda.

Corte de unha

O surto de sarampo e de catapora também se agrava porque as crianças estão desnutridas e desidratadas. O racionamento alimentar afeta a nutrição das crianças. Além disso, os pequeninos se alimentam com as mãos sujas e, como as unhas retêm muita sujeira, uma missionária orientou o corte das unhas das crianças.

Visitas no abrigo

Houve uma visita de uma comitiva da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) para informar as pessoas a respeito de um treinamento para líderes comunitários de saúde. Os líderes atuariam dentro da Casa de Passagem com pequenos grupos familiares para facilitar a detecção das situações de saúde e, assim, fazer os encaminhamentos necessários.