Doar

Um fim de semana luminoso em dois caminhos percorridos, propiciado pelo Centro Mariano de Figueira

Início » Notícias » Um fim de semana luminoso em dois caminhos percorridos, propiciado pelo Centro Mariano de Figueira

Todos os meses, o Centro Mariano de Figueira organiza uma experiência peregrina que é esperada por grupos de oração e peregrinos de diferentes regiões do Brasil e na qual, de vez em quando também participam devotos de outros países. Frequentadores ou novos na experiência, percorrem o caminho traçado com a devoção e alegria própria de uma vivência espiritual.

Assim, o fim de semana de 12 a 14 de outubro de 2018 teve lugar outra atividade, com a particularidade de que desta vez foi iniciada na data em que se celebram as festividades de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, e da comemoração, no Brasil, do Dia da Criança, que originou um movimento complementar à peregrinação.

Crianças ao encontro de Maria

Na manhã da sexta-feira dia 12, o Centro Mariano de Figueira recebeu grupos de crianças provenientes da Comunidade-Luz Figueira, assim como da escola Parque Tibetano, da cidade de Carmo da Cachoeira, Minas Gerais.

Pai e filha preparam velas para a peregrinação

Na Colina das Aparições (uma área do centro mariano) como cenário, se desenvolveram atividades preparadas especialmente para celebrar a festa de Nossa Senhora Aparecida e o Dia da Criança.

Tudo começou na entrada da colina, onde as crianças, visivelmente entusiasmadas, junto com professores, pais e representantes, organizavam as velas, invocavam seus anjos da guarda e organizavam-se para realizar o que, finalmente, seria uma emotiva procissão que chegou até a praça de São José, localizada a certa altura da colina.

Uma vez ali, começaram as histórias, e de uma maneira amena para os pequenos, lhes foi dado a conhecer a origem da grande devoção do povo brasileiro por Nossa Senhora Aparecida e os detalhes de como ela se tornou a padroeira espiritual do Brasil.

Posteriormente, foram levados até a Casa de Maria e dessa forma, nesse encontro conseguiram saudar a Santa Mãe em sua face de Nossa Senhora Aparecida.

Também houve jogos, lanche e almoço. Desta maneira festejaram, compartilharam e tiveram sua vivência nesse dia especial.

Relicário de São José

Invocando o anjo da guarda

Enquanto isso, os peregrinos procedentes das cidades brasileiras de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Carmo da Cachoeira, iniciavam sua caminhada a partir da Vida Criativa, uma das áreas de hospedagem da Comunidade-Luz Figueira, até a Colina das Aparições.

No salão multiuso da Vida Criativa realizou-se, por várias horas, o exercício espiritual de Contemplação ao Relicário de São José.

No fim da tarde, os peregrinos participaram da Vigília de Oração pela Paz nas Nações, atividade que faz parte da Campanha pela Paz, da Associação Maria.

Finalizou assim o primeiro trecho de um caminho que ainda lhes aguardava, com dois dias de mais vivências.

Cultivando a cooperação

Sintonia espiritual no Bosque da Harmonia

No dia seguinte, sábado, o convite foi para continuar a peregrinação desde cedo no Bosque da Harmonia, um espaço verde da que sugere introspecção. Ali se encontra a Oca (local inspirado em cabanas indígenas sul-americanas), que é utilizada para realizar vigílias silenciosas.

Uma sintonia espiritual abriu a jornada. Logo, os presentes se organizaram para harmonizar o espaço, realizando ações espontâneas que levou-os a distribuírem-se em várias equipes e cobrir satisfatoriamente as tarefas planejadas, como a limpeza dos caminhos e dos cipós.

A energia de harmonização se estendeu até a Ermida de Cristo, um dos locais de oração da Colina das Aparições, distante poucos metros do Bosque da Harmonia. Nesse local, uma vez concluída a tarefa, realizou-se uma oração de apoio à oferta realizada com as atividades práticas do dia.

Em profunda gratidão

Chegou o domingo e com ele, o ápice do caminho. O local selecionado foi a Colina das Aparições, onde os peregrinos, em profundo agradecimento pelo caminho percorrido, ofereceram à Mãe Universal as Mil Ave-Marias. Também colocaram a intenção de que por meio de suas orações, se abrisse um canal para que a Divindade pudesse chegar às almas necessitadas de seu amor e guia. Desta maneira se encerrou a peregrinação do mês de outubro, deixando um fim de semana luminoso através de dois caminhos percorridos, o das crianças e o dos peregrinos.

Deseja participar destas peregrinações?

Comunique-se com o Centro Mariano de Figueira:

centromarianofigueira@associacaomaria.org

WhatsApp +55 35 99720-5624

2018-11-07T12:16:18+00:0002 novembro 2018|Categories: Centros Marianos, Notícias, Vida de Oração|