Doar

Meninas Cantoras de Lavras levaram sua arte ao Parque Francisco de Assis

Início » Notícias » Meninas Cantoras de Lavras levaram sua arte ao Parque Francisco de Assis

No dia 22 de julho de 2018, um grupo de 15 integrantes do coral Meninas Cantoras de Lavras fez uma visita especial ao Parque Francisco de Assis, canil sem fins lucrativos, conduzido por voluntários, que tem como meta ofertar amor incondicional aos Reinos Animal, Vegetal, Mineral e Humano, para minimizar o sofrimento do planeta. Afiliado da Fraternidade – Federação Humanitária Internacional (FFHI), o canil fica localizado na cidade de Lavras, Minas Gerais, Brasil.

As jovenzinhas levaram sua arte musical, seu talento e sua alegria para compartilhar uma manhã com os 450 cães acolhidos no local. As artistas precoces aproveitaram a ocasião para percorrer os diferentes setores do Parque. Muitas delas estavam ali pela primeira vez. A delegação foi conduzida pelo diretor do coral, o maestro José Maciel, e contava ainda com alguns pais de família. Os voluntários da Comunidade-Luz Figueira e da cidade de Carmo da Cachoeira, em Minas Gerais, ajudaram na organização do evento.

As Meninas Cantoras de Lavras entoaram quatro canções: “O único momento”; “Gabriella’s Song”, da trilha sonora do filme sueco: “A Vida no Paraíso”, composta por Stefan Nilsson; “Panis Angelicus”,  de Andrea Bocelli; e  “Andorinhas”, de Marcus Viana.

Adesão da Natureza

A Natureza aderiu, de maneira especial, ao momento artístico: durante a apresentação, realizada próximo à área onde ficam os cães, começou a soprar uma suave brisa, que agitou o bosque de eucaliptos que delimita o setor da recreação animal, produzindo ao fundo um farfalhar das folhas agitadas pelo vento. O concerto dos latidos, que caracteriza o lugar – “como um clamor do Reino Animal” –, nas palavras de Lenilce Gomide, uma das coordenadoras do Parque, se atenuou até se transformar, por breves segundos, em apenas um sussurro do vento.

 “A boa música tem o poder de transformar o ser humano e os animais. Hoje, as meninas abriram seus corações, de maneira muito especial, para esta apresentação. Foi possível perceber uma interação muito forte com os animaizinhos, talvez porque se sintonizaram com a linguagem da pureza, da inocência do coração”, declarou o maestro Maciel.

Sensação de paz

“Cantar no Parque foi uma experiência linda, diferente. Dá uma extraordinária sensação de paz”, confidenciou Lauri, uma das componentes do coral.

“Esse contato que pudemos ter com a Natureza, enquanto cantávamos, saber que os cães estavam nos escutando e sentir como iam se aquietando, foi uma experiência maravilhosa”, disse Lourdes, para quem a experiência não é desconhecida, pois costuma cantar em casa para seus dois cãezinhos. Recomendou aos jovens que adotem um cão, pois “é sempre uma excelente companhia”.

 “Para mim, é um prazer estar aqui. Ao conhecermos este lugar, percebemos o amor que é dedicado aos animais, e aqui estão os cães abandonados, esses que ninguém quer. É um trabalho maravilhoso. Eu também tenho uma cachorrinha e ela faz parte de nossa família”, contou Thaís.

História de 10 anos

O coral Meninas Cantoras de Lavras foi criado por Maciel em 2008. Trilhou seus primeiros anos no âmbito da municipalidade de Lavras e, a partir de 2014, transformou-se em uma associação cultural. Já realizou apresentações em muitas cidades do Brasil e da Argentina. Conta com integrantes de 7 a 15 anos de idade, que recebem aulas de desenvolvimento musical, técnica vocal e acompanhamento.

O Parque Francisco de Assis recebe visitas de grupos escolares, famílias e instituições, mediante prévio agendamento.

Mais informações:

(+55) (35) 99168-9196

(+55) (35) 99958-0546

http://www.parquefranciscodeassis.com.br