Parte – 10 – Energias cósmicas, telúricas e tectônicas
Tema: Cura planetária, Cura da Humanidade

Nossa amada Terra é um Planeta-Escola, internamente ainda muito desconhecido, que sustenta desde eras planetárias sua própria escala vibratória, dimensional e polar, que lhe permite conservar sua posição de equilíbrio dentro do vasto campo energético-magnético deste Universo Local ao qual pertence. E como todo corpo celeste em evolução, recebe continuamente energias cósmicas poderosas que emanam diretam ente do Sol Central de nossa Galáxia, que a colocam em ressonância com a Vida Universal.

Ao ingressarem aqui, elas se teletransportam como ao longo de uma vasta rede de labirintos que percorre o interior do Planeta e aí chegam ao Cristal (energético) do centro da Terra, que as converte em energias telúricas; passam por processos de readaptação à Terra e se transformam por fim em energias tectônicas. Estas por sua vez impulsionam, sustentam e coordenam as correntes ascendentes e descendentes de magma no interior do manto terrestre, movendo assim as placas continentais e oceânicas[1] na superfície, o que mantém em equilíbrio, de forma permanente, os polos da Terra, e permite que cada pólo participe no equilíbrio planetário, dentro do Universo.[2]

[1] Uma placa tectônica (continental ou oceânica) é um fragmento da litosfera – a camada exterior sólida da superfície da Terra –, e que se move como um bloco quase rígido sobre o manto superior da Terra.
[2] Para aprofundar este tema, ouça o CD: El retiro de Cueva de los Tayos y otras Revelaciones, de Shimani, editado pela Irdin Editora.

Misteriosa dinâmica interna

Esta misteriosa dinâmica interna, invisível aos nossos olhos, gera a readequação de toda a vida planetária e de todos os Reinos que aqui coabitam com o ser humano. Esta também é a forma de como as escalas vibratórias do Planeta podem mudar radicalmente sua face externa, como já aconteceu outras vezes em nossa história remota, As placas tectônicas moveram-se pelo grande concentrado de energias físicas e psíquicas devastadoras, geradas pela ação do ser humano, o que desencadeou grandes cataclismos, destruições maciças e uma readequação global de todo o sistema planetário, da humanidade e dos Reinos da Natureza.

Isto é o que está na base do desaparecimento de grandes civilizações lendárias, como a Lemúria e a Atlântida. E ao que parece, o ser humano ainda não aprendeu de vez a lição. Desafortunadamente, ele brinca hoje com um poder destrutivo de tal monta que se tornou capaz de varrer da superfície da Terra para sempre toda a vida que aqui se gestou e se desenvolveu, inclusive a própria civilização humana. Algo realmente imperdoável diante do Universo, da Criação Universal e do Criador!

Terra, um Planeta em risco permanente

Chegou o tempo e a hora de enfrentar a realidade, e não de querer ocultá-la. A humanidade está vivendo seu Juízo,
e isso talvez pese para muitos. Mas que, neste momento difícil para essas regiões do planeta, predomine a fé, porque na fé é possível regenerar todas as coisas e assim renová-las. Vivam este ciclo como o princípio de um Armagedom, desconhecido para esta humanidade, que o enfrenta pela primeira vez.

Cada área do planeta será purificada. O mundo e sua raça de superfície não podem continuar como estão, como se nada estivesse acontecendo. Para que tudo se renove e surja uma humanidade mais responsável e reverente, será necessário oração, para que as bases do despertar e da harmonia se gestem primeiro no coração e depois na consciência.

É hora de enfrentar a realidade que foi e é gerada por causa da injustiça e da indiferença humana. Busquem o Amor de Deus que, estando cheio de Misericórdia, ainda espera ser derramado em todas as almas que O buscam de coração.

(Mensagens da Virgem Maria, 28 de janeiro de 2017)

A purificação e a transição planetária

Sete anos decorreram desde o grande evento sísmico que assolou a ilha do Japão em Março/2011, e que deixou marcas sofridas não só nos corações e na alma de seu povo, mas também cicatrizes profundas no próprio corpo da Mãe-Terra. No mesmo dia fomos contatados pelos Mensageiros Divinos que nos instruem, sempre e quando se torna necessário, e fomos informados a respeito da gravidade da situação planetária após esse catastrófico evento, que de regional apenas, havia envolvido e colocado em risco seriamente todo o Planeta.

Uma grave fissura energética, telúrica e tectônica havia se desencadeado nas profundidades do Oceano Pacífico, o que quase ‘rasgou’ a Terra ao meio, como quando se corta uma fruta pela metade. O que se gerou a partir desse fato chegou a deslocar o eixo da Terra (o que a ciência terrestre já detectou) e a coordenada do Equador também tinha se inclinado, e já não estava mais como era. Visto do espaço, o Planeta encontra-se em uma posição mais horizontal. Uma situação realmente muito grave. Como antípodas de nossos irmãos orientais, não podemos sequer imaginar o impacto que eles verdadeiramente viveram e sentiram, diante dessa violenta purificação.

Isto foi uma clara evidência, para nossos Irmãos Maiores, de que a purificação e a transição planetária se aceleraram e se adiantaram. Assim, a era do Armagedom definitivamente chegou ao Planeta, por mais que muitos não o creiam, não o aceitem e prefiram continuar na amarga ilusão de que tudo voltará a ser como sempre! Uma grande massa energética escura e densa produziu-se, como fruto da atividade psíquica humana corrompida e altamente destrutiva, e se estendeu por quase a metade do Planeta.

E assim uma definitiva reação em cadeia desencadeou-se em toda a vida planetária!

Veja todos