Doar

Casa Luz da Colina desenvolve curso de terapia com Florais de Saint Germain

Início » Notícias » Casa Luz da Colina desenvolve curso de terapia com Florais de Saint Germain

Um curso de terapia alternativa com essências florais de Saint Germain se encontra em desenvolvimento na Casa Luz da Colina (CLC), entidade filiada à Fraternidade – Federação Humanitária Internacional (FFHI).

O curso é coordenado por uma instrutora do Instituto de Florais de Saint Germain, o criador do sistema terapêutico, com sede em São Bernardo do Campo, estado de São Paulo, Brasil.

A atividade consta de quatro módulos teórico-práticos, dos quais até o momento foram realizados dois. Participam cerca de 40 pessoas.

A CLC assinou um acordo com a instituição paulista para oferecer o treinamento a todos os terapeutas e colaboradores que prestam serviço em sua Unidade de Cura, localizada em Carmo da Cachoeira, Minas Gerais, Brasil, assim como aos interessados em aprender a técnica para colocá-la a serviço dos Reinos da Natureza. O convênio permite também contar com o kit completo de florais.

Em contrapartida, a organização de essências florais, que conta com uma divisão de investigação, tem a possibilidade de acompanhar casos clínicos atendidos na Casa Luz da Colina com a terapia floral.

“Estamos buscando especializar cada vez mais os colaboradores de nosso setor de cura, para que possam oferecer um atendimento mais completo aos que chegam em busca de tratamento”, explicou Luciana Guimarães, responsável pela Unidade de Cura da CLC. Comentou que a experiência mostra resultados positivos bastante rápidos nos pacientes atendidos com os florais de Saint Germain.

Origem do sistema floral

O curso está a cargo de Camila Marques da Silva, uma médica veterinária com formação em medicina chinesa, iniciada  em 2005. Desde 2014 atende  projetos sociais e de investigação, e desde 2015 é professora oficial do sistema. Ela explicou que o sistema de Florais de Saint Germain surgiu no Brasil em 1996. Foi sintonizado por Neide Margonari, arquiteta e artista plástica, em contato com flores da Mata Atlântica.

A característica principal desse sistema é ajudar o despertar do paciente para um processo de autoconhecimento e de autocura.

A preparação das essências segue as técnicas do sistema dos florais de Bach, se realiza por método solar ou por fervimento. A diferença está na forma de atuação: os Florais de Bach reúnem 38 essências e atuam com base no temperamento do paciente, enquanto que os Florais de Saint Germain, com 89 essências e 12 fórmulas compostas, levam em conta a biografia do atendido e as causas emocionais que desencadearam os processos negativos.

2018-10-09T19:21:29+00:0001 outubro 2018|Categories: Associações de Serviço, Notícias|