Doe Aqui

Missão Roraima Humanitária em Pacaraima – Ampliação das estruturas sanitárias

Início » Notícias » Missão Roraima Humanitária em Pacaraima – Ampliação das estruturas sanitárias

Segunda-feira 26/2 a Quarta-feira 28/2

Segunda-feira 26

Houve a distribuição de alimentos, movimento que ocupa boa parte da manhã e que exige uma logística complexa. A quantidade de alimentos é a mesma e o número de pessoas aumentou. Atualmente são 501 abrigados.

Distribuição de alimentos

O material de higiene e limpeza também foi distribuído.

Atendimentos realizados no contêiner de saúde, alguns casos encaminhados para o hospital e marcação de exames de laboratório.

Visita de uma comitiva do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) para conhecer a Casa de Passagem.

A construção das fossas está em andamento. Trabalho necessário para manter as condições sanitárias adequadas e atender o número de pessoas abrigadas no momento.

Terça-feira 27

Continuam chegando imigrantes em condições alarmantes, vindos especialmente da região de Tucupita na Venezuela. São famílias inteiras, numerosas, com crianças desidratadas e desnutridas.

Equipe de vôlei

Por iniciativa própria, e com ajuda de um comerciante local, um grupo de jovens da Igreja Universal do Reino de Deus montou no abrigo várias equipes de vôlei e futebol de salão. Estas equipes jogam todos os dias  numa quadra de esportes próxima da Casa de Passagem, numa prática que atrai o interesse de todos, principalmente dos jovens no abrigo.

Hoje os atendimentos foram realizados por agentes de saúde indígenas que estão sendo treinados por um membro da Fraternidade – Federação Humanitária Internacional para essa tarefa. Os problemas são recorrentes e, por essa razão, requerem outras pessoas que estejam atentas às diversas necessidades: encaminhamentos emergenciais para o contêiner de saúde, para o posto de saúde ou, nos casos mais graves, para o hospital.

Uma família cujos membros são portadores de HIV foi transferida para Boa Vista, onde as condições para o tratamento são mais adequadas. Eles necessitam de uma medicação específica e o bebê recém-nascido que não pode ser amamentado pela mãe precisa tomar um leite específico. Em Boa Vista, como os integrantes dessa família são cadastrados no Sistema Único de Saúde, eles podem receber tanto os medicamentos quanto a alimentação específica através do sistema público.

As obras do segundo banheiro da Casa de Passagem estão em andamento. A estação de tratamento de esgoto está na etapa de finalização. São estruturas estratégicas porque a montagem de novas barracas para ampliar o atendimento aos imigrantes depende dessas obras.

Uma atividade interessante que está sendo desenvolvida é a pintura de painéis em várias áreas do abrigo. Esses painéis são elaborados e pintados pelos próprios indígenas. As pinturas fazem alusão a temas, tais como: paz, harmonia, unidade, organização, limpeza, enfim, atributos que contribuem para toda vida grupal.

Quarta-feira 28

Encaminhamento de quatro crianças para a emergência do hospital: estavam com febre alta e erupções no corpo. Ao constatarem que era sarampo, as quatro crianças tiveram que permanecer em isolamento no hospital.

Como muitos abrigados estão dormindo no solo, as condições insalubres agravam ainda mais o estado de saúde de muitas pessoas, principalmente das crianças.

Quatro grávidas foram atendidas no hospital para começar o pré-natal.

Atividades recreativas e de pintura foram realizadas com as crianças.

Crianças com roupas novas

Na tentativa de suprir as múltiplas carências materiais, muitos procuram trabalhos informais. Quando conseguem algum recurso, eles compram alimentos, tipo: farinha de trigo, salsicha e envelope de refresco. O consumo dessa qualidade de alimento traz efeitos colaterais. No dia seguinte aparecem pessoas com diarreia, dor de cabeça, vômito etc.

Distribuição das roupas que tinham sido separadas por famílias. Cada membro familiar escolheu um objeto: uma peça de roupa, um sapato, um boné ou alguma outra coisa disponível.