Doe Aqui

Princípios da Fraternidade

Início » Princípios da Fraternidade
Princípios da Fraternidade 2017-09-14T14:00:24+00:00

Princípios e Diretrizes

  • O princípio da Fraternidade é bastante amplo e permeia todas as ações do trabalho espiritual realizado, tanto na Federação como em todas as suas Filiadas. Ser fraterno pressupõe estar permanentemente de prontidão, em alinhamento com os planos superiores de consciência, para servir aos nossos semelhantes e a todos os Reinos da Natureza, visando sempre a busca da paz e do bem geral. A convivência fraterna e a verdadeira união surgem quando se busca a alma e se pratica a caridade.
  • Unidade de Propósitos deve permear os servidores da Fraternidade, visando sempre ao bem geral. Essa atitude, unida à busca de união em nível de alma, permite que todos estejam irmanados em torno de uma meta maior. Para tanto, cada um deve estar voltado para a própria união com seus níveis internos.
  • O Serviço aos Reinos de forma incondicional e desinteressada é um princípio que nos remete à vocação da nossa alma, que é a de servir e se doar à elevação dos reinos humano, animal, vegetal e mineral. Por outro lado, se servirmos conduzidos pelo nosso nível interno, estaremos de fato contribuindo para a realização dos Propósitos Divinos. Permeados por essa intenção, acabaremos por elevar todos os seres: os que receberão a ajuda e o grupo que estará realizando a tarefa.
  • A Doação – Todas as ações da Fraternidade são ofertadas gratuitamente e manifestadas voluntariamente pelos servidores, os quais devem estar doados a uma causa superior. A condição de “estar doado” é a mola que impulsiona todo o trabalho, cuja participação é espontânea, voluntária e não remunerada. Destaca-se que não existe cobrança de nenhuma espécie a quem recebe os frutos desse trabalho abnegado.
  • A Austeridade – O princípio da Austeridade pressupõe o equilíbrio e a harmonia com a Vida Única e com o Ser Interior, de forma que nos tornemos mais conscientes dos Propósitos Universais. À medida que cada colaborador adotar essa atitude interna, o grupo como um todo dará um passo na direção da austeridade, essa capacidade que cada um desenvolve ao ser econômico, simples, prático, equilibrado, harmonioso, preciso nas ações e nos gestos e no permanente desenvolvimento e oferta dos seus dons.
  • Transparência – A transparência é um princípio fundamental para a atuação em um grupo de seres a serviço, pois considera como valor a unidade de todos em torno dos Propósitos Divinos, que devem permear e suportar cada tarefa.  Ela se dá quando cada servidor se expressa de forma verdadeira e fraterna, levando sempre em conta que a meta grupal deve prevalecer sobre os interesses individuais.

Ouça o áudio de Trigueirinho sobre o temaicone-audio