Doar

Missão Roraima Humanitária em Pacaraima – Crianças felizes

Início » Notícias » Missão Roraima Humanitária em Pacaraima – Crianças felizes

Segunda-feira 19/2 a quarta-feira 21/2

Segunda-feira 19

Reunião sobre segurança

À tarde houve uma reunião na casa do padre Jesus, pároco da igreja de Pacaraima, com a presença do promotor de justiça, dos Aidamos (líderes indígenas) e de representantes da Fraternidade – Federação Humanitária Internacional. O tema principal foi a segurança na Casa de Passagem, mas também foi abordado o cuidado com as crianças, uma vez que no momento elas estão sendo alvo de críticas pela população da cidade.

Organização das roupas doadas

Pela manhã, o desjejum foi ofertado na casa do padre Jesus, como acontece toda semana, de segunda a sexta-feira. Um total de 700 pessoas foi atendido.

Também houve distribuição de alimentos por quase toda a manhã, pois são muitas famílias e os alimentos são distribuídos conforme a quantidade de pessoas.

Continuação da organização das roupas doadas. Como as roupas são insuficientes, a distribuição é feita conforme o número de pessoas de cada família. A regra é uma peça para cada pessoa.

Terça-feira 20

Cadastro de abrigados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) iniciou ação para registrar as pessoas que vivem na Casa de Passagem. Essa ação começou às 05h30 da manhã e se estendeu até o final da tarde.

Os atendimentos e encaminhamentos de saúde crescem a cada dia, sendo os mais frequentes: os curativos em geral, problemas respiratórios, moléstias da pele, diarreia e febre. Alguns casos se agravam pelas condições insalubres no abrigo, e muitos dormem no solo ou em cima de papelões e sem agasalho suficiente.

Quarta-feira 21

Crianças felizes

Crianças do abrigo

Hoje foi um dia especial para as crianças, que fizeram uma caminhada pelas ruas cantando até a casa do padre Jesus. Esse movimento amenizou um pouco a imagem dos pequeninos que vinha sendo muito criticada pelos moradores da cidade no entorno do abrigo nos últimos dias devido aos incidentes (bagunça, depredação e desrespeito). O encontro teve a participação de uma integrante da Pastoral da Criança e de uma voluntária de Santa Elena de Uairén.

Visita de membros da Organização Internacional para as Migrações (OIM) e do Ministério Público Federal. Na ocasião, conversaram com os Aidamos e com os abrigados.

Reunião na casa do padre Jesus com o bispo de Santa Elena de Uairén, cidade venezuelana localizada na divisa com o Brasil, a 15 quilômetros de Pacaraima, e o pároco de San José de Tucupita, capital do estado venezuelano de Delta Amacuro, região de onde vem a maioria dos Waraos que estão na Casa de Passagem. Os visitantes relataram a realidade, os aspectos histórico-geográficos e o motivo da imigração dos povos indígenas, principalmente dos Waraos.

Continuação do cadastramento iniciado no dia anterior pelo Acnur. Embora mais pessoas tenham sido cadastradas, o alcance não foi completo.