Graças ao apoio dos colaboradores, o coração dos missionários pode chegar a algumas partes do mundo.

Conheça nossas missões com detalhes

Essa missão foi realizada por um grupo formado por monges da Ordem Graça Misericórdia, por residentes das Comunidades-Luz e por outros colaboradores voluntários, que apoiaram os serviços desenvolvidos pelas Irmãs da Caridade de Madre Teresa de Calcutá em vários locais na cidade de Katmandu. Os missionários realizaram também tarefas em um asilo onde vivem 250 pessoas abandonadas por suas famílias e recolhidas das ruas. Trabalharam em um hospital de câncer infantil e em um orfanato.

Veja fotos desta Missão

A segunda missão contou com um grupo composto por 5 missionários, que apoiaram o trabalho das Irmãs da Caridade, em Manágua, realizado em lugares distintos e em especial nas ruas, em um hospital e em um presídio.

Veja fotos desta missão

Nessa missão o grupo foi composto por 15 missionários, os quais mais uma vez se uniram às Irmãs de Caridade de Madre Teresa de Calcutá, na cidade de Adis Abeba.

As tarefas se concentraram num abrigo das Irmãs da Caridade, a maior casa das Irmãs no mundo, a qual mantém cerca de 1.000 pessoas abrigadas, a maioria delas com doenças graves, existindo muitos casos terminais.

Lá os missionários auxiliaram em todos os trabalhos práticos e participaram também da liturgia diária. Essa mesma casa de serviço recebeu, alguns meses depois, o segundo grupo de missionários, formado por 16 pessoas que partiram rumo à Etiópia no dia 4 de fevereiro de 2013.

Veja fotos desta Missão

A 4.ª missão ocorreu na Etiópia, no mesmo local em que ocorreu a de novembro de 2012. Nessa missão houve um aprofundamento no contato com as Irmãs Missionárias da Caridade e as tarefas foram mais amplas.

Veja fotos desta Missão

Os missionários retornaram mais uma vez à Etiópia e de lá partiram para o Quênia.

Os 10 membros dessa nova missão também se integraram à tarefa de serviço desempenhada pelas Irmãs de Madre Teresa de Calcutá nos dois países. A missão durou mais de 30 dias.

Veja fotos desta Missão

A missão contou com um grupo formado por 7 monjas do Monastério da Caridade Crística da Ordem Graça Misericórdia, 8 missionários da Fraternidade-Federação Humanitária Internacional e 4 colaboradores da Rede-Luz Norte-Nordeste do Brasil.

O grupo serviu em 8 comunidades do sertão do estado de Alagoas, na região Nordeste do Brasil. O trabalho foi desenvolvido em conjunto com a Caritas Diocesana.

Incluindo orações e cânticos, os serviços foram os mais diversos, entre eles: atendimentos médicos e odontológicos, grupos de conversas, atividades lúdicas, atendimentos a animais e oficinas.

Veja fotos desta Missão

A sétima missão ocorreu novamente no continente africano, desta vez em três países ainda não visitados pelo grupo: Ruanda, Uganda e República Democrática do Congo.

A missão foi integrada por 14 missionários que, uma vez mais, tiveram a oportunidade de partilhar as tarefas de serviço com as Missionárias da Caridade daqueles países.

Veja fotos desta Missão

Em Ruanda:

Em Uganda:

Na República Democrática do Congo:

Diante do maior desastre ambiental ocorrido no Brasil pelo vazamento de 40 bilhões de litros de lama residual de mineração, deixando um rastro de mortes e destruição, a finalidade dessa missão foi apoiar no atendimento emergencial e no alívio do sofrimento de vários animais.

Além dos Missionários e do Grupo Solar, a missão, com duração de três dias, contou com a participação de especialistas em atendimentos a animais da Casa Luz da Colina. A equipe realizou resgates de bois, vacas e cavalos presos na lama, seguidos de tratamento e encaminhamento. Da mesma forma, foram tratados os animais de menor porte, como cães e gatos, os quais encontravam-se também em estado de choque, traumatizados, alguns deles com ferimentos graves.

A equipe se mobilizou também para apoiar na organização e logística da infraestrutura de resgate e de atendimento.

Veja o vídeo desta Missão

Veja fotos desta Missão

“Só o Amor pode curar a dor”. Nessa missão 14 Missionários da Paz ofertaram serviços na Turquia, entre 19 de janeiro e 28 de fevereiro. Serviram a refugiados sírios e também do Irã, Iraque, Sudão, Paquistão, Afeganistão, Palestina e outros países. Atuaram em sete cidades: Ancara, Gaziantep, Nidge, Adana, Mugla, Izmir (Esmirna) e Istambul. Atuaram em cooperação com a Associação de Solidariedade de Solicitantes de Refúgio e Migrantes, ASAM.

Assistiram crianças e adultos nas ruas, em casas, em comunidades e em unidades da ASAM. Realizaram atendimentos e deram orientações de saúde geral, bucal e assistência terapêutica. Ajudaram a carregar caminhões com materiais para doações, distribuíram kits enviados pela ONU, mantimentos, roupas, sapatos, cobertores e materiais de limpeza. Doaram alimentos desidratados e ofertaram materiais para as oficinas, levados do Brasil. Orientaram a construção de cozinhas solares e passaram noções de eletricidade. Distribuíram cartões com créditos que cobrem algumas necessidades e confirmaram dados dos refugiados. Estiveram junto de grupo da Marina, que opera resgate dos emigrantes náufragos. Realizaram atividades de modelagem, artesanato e oficinas com as crianças e pintaram juntos painéis. Os professores e os funcionários se integravam nessas situações e era gerado um clima de fraternidade e alegria que transcendia barreiras culturais e de idiomas.

Veja vídeos dessa Missão

Veja fotos desta Missão

O grupo que realizou a Missão Chaco chegou à Comunidad de La Hermandad no dia 18 de janeiro, no dia 19 iniciou os treinamentos e finalizou os preparativos para a missão.

Composto por 21 Missionários da Paz, sendo 7 monges da Ordem Graça Misericórdia, 1 residente e 1 colaborador estável da Comunidad de La Hermandad e 12 integrantes da Rede-Luz Argentina, Uruguai e Brasil, contou com a união da Rede-Luz de Resistência, que preparava a chegada do grupo às comunidades indígenas, cuidava da alimentação, do transporte das doações, da hospedagem e de toda a logística.

Foram atendidas cerca de 120 famílias em 5 comunidades e bairros. Ofertados serviços médicos, odontológicos e de enfermagem. Realizados atendimentos de urgência e providenciada alimentação de emergência. Assistidas necessidades básicas de higiene pessoal, bucal e corte de cabelo. Foram atendidos cães doentes, doados alimentos, medicamentos, roupas, brinquedos e realizadas visitas domiciliares. O grupo ajudou na reforma de um centro comunitário e de outras construções e fez trabalhos de pintura. Realizou atividades artísticas com as crianças e de canto coral. Plantaram e criaram um sistema de irrigação para uma horta, cozinharam, oraram e cantaram juntos.

Veja vídeos dessa Missão

Veja fotos dessa Missão

A Missão Uruguai, décima primeira missão da Fraternidade – Federação Humanitária Internacional, durou 33 dias. Oito missionários partiram da Comunidade-Luz Figueira, Minas Gerais, Brasil, no dia 02 de maio de 2016 e retornaram no dia 08 de junho de 2016.

A missão teve como foco principal o Serviço Humanitário em Dolores, no Uruguai. Um tornado arrasou parte da cidade e afetou intensamente seus habitantes. Ao longo de 13 dias os missionários atuaram na organização do galpão que concentra todas as doações recebidas; na distribuição de doações, na organização de local que presta assistência à população, no apoio à reconstrução de moradia.

Em seguida foram para a Comunidade-Luz Fraternidad, no Uruguai e para a Comunidade-Luz de La Hermandad, na Argentina, onde prestaram serviços e colaboraram com diversas tarefas.

Leia mais em: Campanha Missão Uruguai.

A décima segunda Missão da Fraternidade se estendeu de 20 de junho até 07 de julho de 2016. Vinte missionários atuaram na Missão Paraguai, servindo em três comunidades dos povos Mbya Guarani e Ava Guarani. Juntaram-se a eles representantes da Rede-Luz Paraguai, Rede-Luz de Foz do Iguaçu e Santa Teresinha (Brasil) e Porto Iguaçu e Posadas (Argentina), que darão continuidade às tarefas. Também participaram estudantes de odontologia de uma universidade local.

Esses indígenas retiram seu sustento da coleta de recicláveis em lixões e vivem em situação muito precária. Apresentavam diversas patologias de pele e respiratórias.

Os missionários distribuíram mantimentos, medicamentos, roupas, mantas, escovas de dente e materiais escolares. Realizaram atendimentos médicos e odontológicos, corte de cabelos e atividades lúdicas. Foram construídas tampas para os poços de água, coletada madeira para a construção de uma casa de oração, reparadas algumas casas, realizados mutirões para harmonização dos assentamentos, apresentada a cozinha solar. Foram compartilhadas sementes puras, levadas da Comunidade-Luz Figueira.