Missão Chaco realizou o 5º encontro de serviço à Consciência Indígena

Início » Notícias » Missão Chaco realizou o 5º encontro de serviço à Consciência Indígena

O grupo Rede-Luz Chaco, em colaboração com a Rede-Luz Argentina Norte, organizou o 5º Encontro Permanente da Missão Chaco, em apoio à Consciência Indígena. O serviço de ajuda humanitária se deu nas comunidades da etnia Qom de Puerto Tirol e Costa Ine, na província de Chaco, Argentina. O evento aconteceu no período de 8 a 10 de dezembro de 2016.

Trinta e dois voluntários participaram, entre colaboradores da Rede-Luz Argentina (grupos Rede-Luz das províncias de Córdoba, Corrientes, Formosa, Misiones e Tucumán), residentes da Comunidade-Luz da Irmandade (Córdoba, Argentina) e monges e monjas da Ordem Graça Misericórdia.

A abertura do encontro ocorreu na casa de retiro “Sagrada Família de Burdeos”, lugar em que estão alojados os participantes, na cidade de Resistencia, capital da província de Chaco. Após uma sintonia espiritual, foi feito o planejamento das atividades e em seguida os voluntários se dedicaram a organizar as doações – roupas e outros itens – recebidas de diferentes províncias da Argentina.

No dia seguinte, visitaram a Comunidade Qom de Puerto Tirol (a 20 km de Resistencia) e no terceiro dia a Comunidade Qom de Costa Ine (a 40 km de Resistencia). Em ambas comunidades, realizaram cortes de cabelo, remoção de piolhos e lavagem de cabeça, assim como diferentes jogos com as crianças: bola, corda, desenhos e cânticos; Serviram também ao Reino Animal, conseguindo desparasitar e alimentar 104 cães no total.

Na comunidade de Tirol, um grupo de colaboradores realizou visitas domiciliares para obter um contato mais próximo com as famílias e suas condições de vida, sendo muito bem recebidos em todos os casos. Algumas voluntárias banharam os bebês junto com suas mães, com muita ternura e amor. Compartilhou-se o almoço, seguido de uma despedida com cantos em dialeto Qom. “O Cacique ‘Dom Hilário’ bendisse a mesa e compartilhamos os alimentos como uma grande família.
As canções foram oferecidas por um irmão da comunidade com o qual nos unimos para cantar com muita alegria”, comentou Patricia Sánchez, coordenadora das missões permanentes do Chaco.

Na comunidade de Costa Ine, os participantes da missão serviram na horta, capinando e semeando. “Foi um trabalho em equipe junto a nossos irmãos Qom que se desenvolveu com muita harmonia e paz”, disse Patrícia.

Pedido Mariano
Estas missões permanentes de ajuda humanitária em comunidades Indígenas do nordeste da Argentina começaram no fim de semana de 21 e 22 de maio de 2016. Depois outras missões se realizaram em julho e outubro deste mesmo ano, as quais constituem uma prolongação da Missão Chaco.

A missão foi um pedido da Virgem Maria, e foi organizada pela Fraternidade – Federação Humanitária Internacional, conforme mensagem da Virgem de 20 de Dezembro de 2015, transmitida através do Frei Elías del Sagrado Corazón, monge vidente da Ordem Graça Misericórdia. Essa mensagem solicitou que a missão fosse cumprida por colaboradores da Rede-Luz Planetária e por monges e monjas da Ordem Graça Misericórdia, o que acabou acontecendo de 26 de janeiro a 8 de fevereiro de 2016. Desenvolveu-se de forma paralela à Missão Oriente Médio.

A Missão Chaco forma parte da Campanha “Missão junto aos Povos Indígenas”, da Fraternidade – Federação Humanitária Internacional.